O problema do planejamento

Listening to “Britney Spears – Do somethin’ 

Planejar é algo natural.

Sim, natural, porque está na natureza dos seres.

Vendo o Discovery Channel, percebe-se que até os animais planejam seus ataques e suas formas de defesa.

O problema surge quando o planejador é um ser humano. Não nos contentamos em apenas planejar o futuro… precisamos também imaginar como seria o passado se tudo fosse diferente! Duvido que um leão perca um minuto de sua vida imaginando como seria se ele tivesse comido uma zebra ao invés de um búfalo.

Agora.. qual o grau de absurdo dessa necessidade de revisitar o passado e especular o futuro?

É incrível o tempo que passamos (ou melhor, desperdiçamos) imaginando como as coisas seriam se tivéssemos feito outras escolhas. Quer dizer… você, escolheu, está escolhido! Não importa o quanto você imagine a outra possibilidade, ela não deixará de ser possibilidade até você AGIR na direção dela.

Acho que o point desse problema é o medo de falhar. Ao fazermos nossas escolhas existe sempre a possibilidade implícita de sucesso ou fracasso. E é aqui que reside o erro!

Recentemente eu li num post que “fracasso não é o contrário de sucesso. O fracasso é parte fundamental dele!” Claro! Pois acertar na primeira vez é algo extremamente raro, se não impossível.

E para endossar o suposto “fracasso”, sentamos e imaginamos como seria bom se nossa escolha fosse diferente. É nessa hora em deveríamos nos levantar e agir em prol do que acreditamos ser o certo. A escolha “errada” não foi tão errada assim, pois nos ensinou alguma coisa.

Acho que esta visão facilita muito nossa vida. Ao encararmos a falha como aprendizado, somem as frustrações, somem as tristezas, e o que sobra é conhecimento e know-how de como fazer certo. E esse simples know-how já é um sucesso e tanto, não é verdade?

Enquanto imaginamos a vida alternativa que teríamos com uma simples escolha diferente, nós perdemos um tempo PRECIOSO, um tempo em que poderíamos mudar a vida que tanto nos incomoda.

E, sim. Tudo na vida são escolhas simples … Desde a cor da roupa que você usa no dia, até a escolha da profissão que irá seguir. Afinal, se a partir de algum momento, esta decisão se mostrar equivocada, o que te impede de mudar a partir de agora?

So “…get up out of your seat. Why don’t you do somethin’?”

Anúncios
  1. Olá!
    Encontrei este blog por acaso e muito me interessou!!
    Este último post principalmente pois há pouco tempo tive q fazer mtas escolhas decisivas e agora estou vivendo suas conseqüências… algumas boas, outras nem tanto!
    então, eu fico pensando mto nisso de como seria se tivesse escolhido outras coisas…
    mas realmente! perda de tempo! mas ainda inevitável…

    Vou adicionar este blog nos amigos do meu, ok?
    Tem bastante a ver com o propósito dele q é falar sobre a vida cotidiana e os relacionamentos amorosos da minha pessoa e da minha amiga.

    Fiquem à vontade para visitá-lo! 🙂

    Bjs e parabéns!

  2. respondendo a seu comentário:

    putz! eu sou mto lesada! hahaha
    foi mal ter posto o “.br”… rs

    mas hein! vlw pela resposta!
    e teu blog já está nos meus amigos agora, tá?

    bjin e apareça sempre q quiser!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: