Não é bem assim…

Vitrolinha: “How deep is your love – Take that

Já ouvi muita gente dizer que o ambiente gay é promíscuo, e vulgar, e várias outras coisas não muito legais. Tinha até um pouco de receio de freqüentar, devido a tantas referências “menos nobres”.

Eis minha surpresa quando fui numa boate gay pela primeira vez: lá parecia uma boate hétero! Com o único diferencial de que tinham homens beijando homens, mulheres beijando mulheres, e inclusive homens beijando mulheres!

E a história da promiscuidade não é bem assim.

Desde que comecei a frequentar o meio gay, deixei de ir em boates tradicionais. Tinha até me esquecido da forma como funciona por lá.

Quando voltei, fiquei chocado (me amarrota, que tô passado!) com a pose dos homens! Parecia literalmente, um desfile de pompa, cada um tentando passar a imagem mais máscula, de garanhão, enquanto as meninas posavam de boas-moças, recatadas e difíceis. Era um teatro mesmo, com papéis implícitos. Patético!

E lá dentro eu testemunhei a luta entre sexos, todo mundo tentando pegar mais que o amigo… Olhando aquilo, fiquei pensando: “E depois somos nós, gays, os promíscuos…”

Óbvio que essa “característica” não é exclusividade de héteros ou gays. Só acho errado classificar só estes últimos, e relevar hipócritamente aqueles.

Afinal… promiscuidade é do ser humano!

Ou melhor, de ALGUNS seres humanos…

Anúncios
  1. Também concordo. Nao sou gay, mas uma vez fui em uma boate em buzios, a unica com vagas em pleno primeiro dia do ano e descobrindo que era uma boate gay. Vou te confessar que me senti super bem, num ambiente agradabissimo e que em nada houve agressão aos nossos olhos. Fomos um dos primeiros a entrar e os ultimo a sair. A promiscuidade é inerente ao ser humano e não somente a opção sexual de cada um.

    Bem vindo ao mundo dos blogs.
    Aconselho a se cadastrar tb no http://www.mybloglog.com que é tipo um orkut de blogueiros. Muito bom …….
    Boa Sorte …… adorei seus textos.

  2. Eu sou hetero, mas por ter vários amigos gays, as vezes vou em bares, boites ou festas gays! E qr saber? Eu a-do-ro! Claro q pra mim, são boas qndo quero rir e dançar com meus amigos, mas geralmente fico no 0x0…
    Mas sei lá… tem horas q vale mto mais a pena!

    hj em dia eu escolho mto bem os lugares heteros pq esse climinha de pegação é um saaaaaaco!

    bjkssssss

    • Léo Fernandes
    • 3 de maio de 2011

    Acredito que as coisas funcionem mais ou menos como realmente foi exposto aqui. Da mesma forma que existem gays dados, existem heteros na mesma situação. O que torna injusto o julgamento da classe, ne.
    Abrass e parabens pelo Post

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: