Caso Isabella – parte 1

Music to seek justice: Madonna – 4 Minutes to save the world

 

É… todo mundo tá falando dela, eu também vou falar. Mas eu quero falar de outros pontos, nos quais nem todo mundo está pensando. Sim, é um fato absurdo. Sim, é revoltante. Sim, queremos Justiça. Mas calma lá! O que se percebe da população não é exatamente uma busca por Justiça. O que eu estou vendo é a busca por um bode expiatório, alguém que seja punido, culpado ou não, simplesmente pro caso ficar solucionado.

Analisemos a postura do meu pai (que eu acho que reflete, em termos, a postura geral): segundo ele, os pais da garota deviam ser executados e o juiz desse caso também devia. De acordo com a opinião dele, este se trata de um crime hediondo, e a simples suspeita sobre alguém já devia ser punida com a reclusão desse alguém. Isso já aconteceu um dia. Sabe quando? DURANTE A DITADURA! Todos os direitos fundamentais que todo mundo lutou pra garantir, meu pai quer derrubar por causa de UM caso.

O que estão dizendo sobre a justiça ser muito devagar tem um motivo, galerinha (to falando desse caso em particular). O que o Judiciário está tentando fazer é buscar a verdade REAL do que aconteceu. Não o que PARECE ter acontecido. Já imaginou o que viraria do mundo se todo mundo fosse julgado pelo que PARECE ter acontecido? Deve-se levar em conta que uma condenação muda a vida de uma pessoa, e não deve ser dada a torto e a direito.

Ainda nem se provou que foram mesmo os responsáveis pela menina que a mataram, e todo mundo já sentenciou o casal à pena de morte. Julgaram baseados nas informações que a Rede Globo passou sobre o fato. Peraê, REDE GLOBO? Sabemos que ela não é nenhum exemplo de imparcialidade, não é mesmo, minha gente? Se ficar provado que foram os pais da garota que a mataram, então sim, buscaremos uma punição justa. JUSTA! Não qualquer crueldade que satisfaça aos clamores de sangue da população. Quer sangue, queridinho? Volta em Roma e compra ingresso pro Coliseu. Hoje, eu prefiro acreditar que a sociedade está um pouco mais evoluída.

A questão da punição justa entra em outros fatores: 

  • Um corportamento cruel por parte de um indivíduo dá o direito de se agir cruelmente para com ele?
  • Se A faz mal a B, isto dá o direito do Estado ou da população fazer mal a A?
  • Qual seria a função da pena na sociedade moderna?

Se for a simples retribuição do mal causado, então tá certo matar o autor do homicídio. Olho por olho, dente por dente, né? Mas, quer uma novidade? Esta teoria está superada há 1.500 anos! Eu, particularmente, sou um minimalista penal e defendo a função ressocializante da pena. Isto significa que eu não acredito no sistema penal atual como adequado a nada na sociedade e a pena devia ter o objetivo de readequar o indivíduo ao convívio social. Acredito que todo indivíduo que comete crime tem dois motivos: ou tem problemas mentais ou é uma vítima do sistema social. Pra resolver, ou ele é submetido a tratamento psicológico, ou são realizadas políticas públicas. Reparou que “prisão” e “pena de morte” não entraram na solução do problema?

Enfim, posturas vaguardistas de tratamento ao ser humano…

Anúncios
  1. Pois é, pra ser bem sincero, já deu no saco essa história na mídia, tipo, 24hrs, sabe?

  2. Concordo com absolutamente tudo o q vc disse e ainda acrescento: além dessa sentença que o povo já deu ao caso, neguin já tá ALOPRANDO qnto a “bisbilhotice”!

    eu fico pensando: esse povo não tem mais o q fazer, né?!?!
    gente q nem conhecia a menina foi na delegacia pra cantar PARABÉNS no dia em q ela faria aniversário!!!!!!!!!
    meu Deuuuus! que ri-dí-cu-lo!
    vão lavar uma louça, limpar o banheiro, enfim… arrumem alguma coisa melhorzinha pra ser feita, né?!?!

    e hj q é o dia da reconstituição do crime, já tem uma galera no local pra bisbilhotar! cara, A TROCO DE QUÊ???? Meu Deus!!
    É mta falta de bom senso, de respeito, de vergonha na cara, do que fazer, enfim…

    Já não agüento mais o enfoque q as pessoas estão dando a esse caso! Não agüento nem mais ouvir o nome “Isabella”…rsrsrs
    Coitada da menina e da memória dela!
    Desrespeito total!

    Enfim… desabafei! rs

    Du, demorou pra postar, mas como sempre, palavras sensatas e mto bem escritas!

    Bjãaaaao!
    E apareçaaaaa!

  3. Olá,
    Li seu post adorei! Quem dera se no Brasil a maioria pensasse assim. Não que eu defenda a suposta atitude das pessoas que mataram a criança, mas fui muito mal entendida quando defendi que ninguém é culpado até o final do devido processo legal.
    E acreditar no sistema penal, que há no Brasil, é mera ilusão! Como disse um professor uma vez, o Código Penal não passa de um Painel de Ofertas. Já leu o livro “Criminalidade, Doutrina Penal e Filosofia Espírita” de Cândido F. Maia Neto e Carlos Lenchoff? Leia é muito bom!
    um abraço, visite-me sempre que puder.
    Ganhou mais uma leitora!

    • Geysa
    • 20 de maio de 2008

    Será que dá para prender o pai Nordoni???? Ele está alimentando, arrogantemente, a imprensa. Quer queiram ou não, isso vai longe…

  4. VC voltou!!! Ueba
    Isabela??? Deu o que tinha que dar, mas a midia e alguns desmandos ainda nos dá vontade de escrever e questionar.
    b
    e
    i
    j
    o
    s

  5. Eiii…Poxa ja ate escrevi ai pra vc…mas to escrevendo de novo srsrs…Nossa achei tudo de bom as coisas que vc escreve ai e a gente combina em muitos pensamentos..queria te conhecer mais vc tem orkut?
    Se tiver e quiser me adicioner por favor.
    Um abraço..

  6. abandonou o blog msm, Du??? 😦

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: